O mundo mudou: seu público pode não estar nas maiores plataformas digitais!

Se você tem uma empresa ou trabalha buscando trazer clientes e melhores resultados para ela precisa saber disso.

De acordo com uma pesquisa feita em parceria com a Hubspot e We Are Social, mais de 139 milhões de pessoas têm contato com a internet no Brasil. Isso representa uma adesão de 66% em um país formado por mais de 210 milhões de pessoas. Como se já não bastasse estes números representativos, 85% do total de pessoas acessam a internet todos os dias.

A partir daqui, você já deve ter se dado conta da quantidade de oportunidades que estão sendo perdidas se a sua empresa ainda não se adequou ao novo mundo digital. Que de novo, já não tem nada.

 Estamos constantemente nos adaptando às mudanças digitais desde a década de 1990, quando a internet passou a ter seus backbones próprios por provedores comerciais, e, também, as mudanças que acontecem fora do mundo digital, no mercado. E de lá pra cá, surgiu uma nova maneira de fazer a clientela. 

 Já se foi aquela época em que bastava publicar no jornal, ou pagar para uma mídia impressa para ter o seu nome na boca do povo. Agora, mais do que nunca, as empresas precisam se posicionar no digital!

Com a facilidade do acesso à internet e as mudanças na jornada do consumidor, não deixam dúvidas de que as redes sociais se tornaram uma ótima oportunidade de conquistar o seu público, por meio de conteúdo de qualidade, informação e interatividade.

Diante disto, você tem inúmeras maneiras de se conectar com o seu público. Por outro lado, ele ficou muito mais segmentado, e isso quer dizer que, provavelmente, não esteja em todas as plataformas digitais.

Mas, será mesmo que você precisa estar presente em todas as plataformas digitais? Ou, basta estar presente apenas no Instagram ou Facebook?

 Antes de te dar uma resposta pronta é essencial conhecer o seu público e entender suas preferências e onde ele está. Logo, sua empresa vai tornar a comunicação personalizada e assertiva.

Entenda que, produzir conteúdo para diferentes canais é um caminho válido, porém já não é o suficiente para se destacar. 

O mais indicado é alinhar a sua abordagem aos interesses de seu cliente. Entender em quais canais ele se encontra, o que ele consome e só assim fazer uma estratégia para aproximá-lo da sua marca.

Falando assim, parece muito simples, eu sei. E pode ficar ainda mais, tudo o que você precisa é ficar atento em dois passos principais: definir o público-alvo, usar o canal certo, para assim poder realizar a sua estratégia de marketing.

1. Defina seu público-alvo:

É imprescindível iniciar pelo que mais importa nesse assunto todo, seu público. Só tendo uma visão clara de seus valores, características, objetivos, preferências e comportamentos é possível determinar qual conteúdo ele consome.

2- Escolha o canal adequado:

Tão importante quanto saber para quem você deve falar é saber onde falar. Portanto, lembre-se, diferentes públicos costumam utilizar canais de comunicação diferentes para se informar. Assim, você já começa a poder pensar em como criar um conteúdo especificamente feito para o seu cliente.

Não importa se você vai produzir para blog, redes sociais ou para fora da internet. O importante é que seu público acesse este canal. 

Expanda suas possibilidades dentro do marketing e não tenha medo de errar. 

Faça testes para descobrir com que tipo de conteúdo e canal seu público mais se identifica. Observe o comportamento de navegação nos seus canais e, aos poucos, vá testando novos formatos e linguagens. Assim você vai se adequando ao que seu público busca (e onde ele busca).

Agora, uma reflexão: Em quais plataformas você está presente? E você sabe em quais delas o seu público se encontra?

Texto: Jéssica Gradin

Leave A Comment